Menu

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Route 66, Day 3 - St. Louis to Springfield

No terceiro dia da nossa viagem aproveitámos a manhã para passear por St. Louis. Fomos até ao famoso arco, um símbolo da cidade e que me faz sempre lembrar o McDonald's, vá-se lá perceber porquê... 
Eu nem sabia que dava para subir até lá acima, mas assim que soube fiquei toda contente! Apesar do dia estar farrusco, sempre era uma boa oportunidade de tirar umas fotos com vista sobre St. Louis. A viagem até ao topo faz-se numas cabines do estilo das rodas gigantes, aliás, o mecanismo deve ser igual. Cada cabine, apesar de mínima, dá para levar cinco pessoas, pelo que na nossa ia mais um casal cinquentão. Como a viagem ainda demorou um pouco, acabámos a meter conversa com os senhores, sob o pretexto da claustrofobia e porque a senhora estava quase a ter um fanico ali dentro. Às tantas já estávamos a falar de casamento e eles, com a sua vasta experiência de 30 anos de casados, a darem-nos conselhos! Para mim, numa viagem, são estes os momentos que se tornam inesquecíveis e são pessoas assim, que apesar de passarem pelas nossas vidas apenas durante cinco minutos, nos tocam no coração e nunca mais esquecemos. Uma vez lá em cima, tirámos as fotos da praxe, apreciámos a vista, ainda que bastante cinzenta, e voltámos para baixo, desta vez partilhando a cabine com 3 indianos muito silenciosos.
No átrio central do arco encontrámos uma loja de souvenirs super engraçada, a imitar as lojas antigas. Por lá encontrámos piões de madeira, chapelinhos de senhora semelhantes aos que se usavam na série Uma Casa na Pradaria, doces, livros, e muitos outros produtos remetendo para tempos passados.
Entretanto, lá fomos guiando pela estrada fora e encontrámos uma famosa casa de gelados, a Ted Drewes. Apesar de ainda não termos tomado o pequeno-almoço, não podíamos deixar passar a oportunidade de provar os seus famosos gelados, como tal, acabou por ser esse o breakfast tardio do dia, o que em pleno Verão até sabe bem! E pode ser que fosse da fome, mas estava uma delícia!
Pelo caminho vão havendo paragens aqui e ali para tirar fotos a tudo e coisa nenhuma! Tudo serve de motivo para mais uns clicks.
O plano era ir almoçar (tardiamente, claro) a St. Clair, já que  o nosso guia de restaurantes falava muito bem do Lewis Café situado nessa localidade. Ora, eu confesso que depois da experiência no Luna Café fiquei um pouco de pé atrás em relação às críticas do guia... Mas decidimos dar o benefício da dúvida já que segundo o texto, todos os produtos servidos são provenientes de agricultura biológica e a carne vem de vaquinhas que crescem tranquilamente no campo.
Sendo assim, e porque espreitámos lá para dentro e o sítio até parecia simpático, entrámos, sentámo-nos e comemos aquele que é, provavelmente, o melhor hambúrguer da Route 66! A carne, de facto, era excepcional, sem uma pontinha de osso ou de nervo, bem passada, e trazia apenas tomate e alface, nada de molhos! Assim vale a pena comer hambúrgueres! No final, ainda arranjámos espaço para dividirmos uma fatia da "home made apple pie", que não estava má, mas já comi melhores.
Saciada a fome, continuámos a nossa rota, com as habituais paragens para fotos. Às tantas, e porque os carros, infelizmente, ainda não se movem a ar, lá tivemos de ir atestar o depósito, mas não num sítio qualquer... Nem de propósito, a bomba ficava em frente à 'Candy Factory' uma mega-loja de doces à beira da estrada com alguns produtos feitos ali mesmo, na sua pequena cozinha envidraçada e para a qual podemos espreitar e ver os docinhos a ganhar forma. Não conseguimos sair de lá de mão a abanar e eu, pela primeira vez, provei o tão famoso e americano fudge, uma espécie de caramelo menos pegajoso, parece quase um brownie. Para além disso, trouxemos ainda um sortido de salt water taffy (para quem não conhece, são caramelos) em versão light porque não tinham açúcar. Assim não fiquei com a consciência tão pesada...
Muito alcatrão depois, chegámos a Springfield ao fim do dia e por aí ficámos. Para os que leram o post anterior, passo a explicar que não voltámos para trás, o que acontece é que no estado do Missouri também há uma cidade chamada Springfield, tal como no estado do Illinois.
Depois de escolhido o Motel, o Rest Haven, fomos jantar ao restaurante ao lado, que até era bem jeitoso! Dentro do Ryan's comida é coisa que não faltava! Duas bancadas de buffet, carne grelhada na hora, mesa de doces e fruta... Com tantas porcarias ingeridas ao longo do dia, à noite pude vingar-me nos legumes e nas saladas! E soube-me mesmo bem! 
No final ainda fomos dar uma volta a pé, para explorar a zona, mas acabámos enfiados num gigantesco Walmart, para quem desconhece o que isto é, passo a explicar: é um Jumbo ou Continente mas ainda maior! Eu, que até gosto de passear em supermercados, andei por lá encantada a ver cada produto e ler os rótulos. O meu Mr. Big, depois de muito o procurar, fui dar com ele a cobiçar as miniaturas dos carrinhos na secção dos brinquedos, achei-lhe um piadão, claro!
A Route 66, já no estado do Missouri.
St. Louis faz-me sempre lembrar o primeiro filme d'O Sexo e a Cidade, por causa da personagem da  Jennifer Hudson, a Louise de St. Louis!
A lojinha antiga de souvenirs situada no átrio de entrada do Arco de St. Louis! Em cima, as pipas estão recheadas de salt water taffy, e em baixo pequenos pequenos piões de madeira.
A gelataria Ted Drewes, um ponto de paragem obrigatório na mítica Route 66, e o nosso pequeno-almoço, um grande geladão! 
Preciosidades encontradas ao longo da estrada... Desde pontes antigas a anúncios de "Exotic Dancers"... Não faltam também as típicas caixas de correio americanas e até pinos de bowling gigantes...
O nosso almoço no Lewis Café! Digam lá se o hambúrguer não tem um excelente aspecto!
Mais uma preciosidade à beira da estrada: um restaurante de "Bar-B-Q" e mais um objecto gigante: desta vez uma cadeira de baloiço...
Na Candy Factory, onde até as canecas tinham tudo a ver connosco! Por baixo das canecas estão os tabuleiros de fudge, havia de 1001 sabores diferentes! 
O jantar no Ryan's!
Et voilá, eis o Rest Haven, o motel onde pernoitámos... Reparem nos móveis! Não, não são vintage, são mesmo antigos! 

8 comentários:

Fashionista disse...

estou a adorar! Obrigada por partilhares!

Helena disse...

pena que não dá para aumentar as fotos...kiss

Joanatm disse...

Ohh a mítica Route 66, como gostava de um dia percorre-la de ponta a ponta.

Que sonho de viagem

ângelasousa disse...

Não era apenas o hamburguer, mas sim tudo! Tudo tinha um aspecto delicioso ;)

boneca de porcelana disse...

Vou ler os posts anteriores para estar actualizada :)

na america profunda disse...

Conheco bem essa america profundaaa
beijinhos

Fiona disse...

tenho muitas saudades dos diners de meio de estrada.... come-se tão bem!
I miss my road trips...

Fiona disse...

tenho muitas saudades dos diners de meio de estrada.... come-se tão bem!
I miss my road trips...