Menu

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Um dia de Futebol Americano!

Na semana passada fomos convidados para um jogo universitário de futebol americano. Claro que aceitámos, porque é uma daquelas coisas que dificilmente teríamos a oportunidade de fazer noutro país que não os Estados Unidos!  Confesso que tinha muita curiosidade para saber mais sobre este desporto tão famoso por cá e por isso, sábado de manhã lá fomos nós para o Campus de Princeton, em New Jersey. A nós juntou-se um casal de ingleses, colegas do Mr. Big. O convite veio de um outro colega deles, americano, que pertenceu à equipa num dos anos em que esta venceu a liga universitária - 1995.
Quando lá chegámos, deparámo-nos com uma realidade completamente nova para nós! Alunos, ex-alunos, pais, filhos, centenas de pessoas juntas no Campus, fazendo picnics e confraternizando. As bagageiras abertas, cheias de cervejas, pacotes de batatas fritas, sandes gigantescas... Lado a lado estavam as tendas das equipas rivais - Princeton e Harvard - algo em que que o casal inglês não conseguia acreditar! Imaginem as claques de duas equipas rivais inglesas a escassos metros de distância... No mínimo, haveria cabeças partidas!
Mas neste país, aparentemente, a violência desportiva fica no campo. De facto, os americanos gostam de desportos violentos: futebol americano, hóquei, boxe, luta-livre. No entanto, são super cordiais fora de campo, o que é um pouco estranho para os povos europeus. Os ingleses estavam quase em estado de choque ao ver tantas crianças por ali e diziam que em Inglaterra é impensável levá-las a um jogo!
O colega americano do meu Mr. Big mede mais de dois metros de altura e tem umas mãos que devem ser o triplo das minhas! Com ele estavam outros colegas da equipa, alguns igualmente grandes e largos. Eles lá nos iam tentando inteirar das regras deste desporto e é incrível como um jogo que pouco mais parece do que andarem a atirar-se para cima uns dos outros pode ter tantas! 
Depois deste convívio inicial, fomos então ver o jogo que, acreditem ou não, tem três horas de duração! Achei piada quando ele nos contou que a meio do jogo já estavam todos cheios de fome! Tinha a ideia de que este era um desporto rápido, mas enganei-me redondamente porque as paragens são constantes e os jogadores estão sempre a sair e a entrar. Em campo estão 11 jogadores de cada equipa, mas fora de campo estão à vontade mais uns 50. Isto porque, dependendo de a equipa está a defender ou a atacar, os jogadores e as técnicas são completamente diferentes.
As três horas acabaram por passar depressa, apesar de eu continuar a perceber muito pouco de futebol americano! E depois, continuou a confraternização, e apesar do facto de a equipa anfitriã, Princeton, ter perdido o jogo, a festa continuou animada e parecia que já ninguém se lembrava daquela partida, revivendo as glórias passadas e os jogadores e equipas que ficaram para a história da Universidade, nomeadamente a equipa de 95! Nestes dias de jogo, o colega do meu mr. Big exibe com orgulho o seu enorme anel de campeão!
Quem é que não gostava de estudar numa universidade assim?! Que inveja...
Ex-alunos levam a família aos jogos e assim se gera uma cultura à volta de uma universidade! 
Antigos alunos e familiares não faltam aos jogos e actividades organizadas pela universidade.
O convívio antes do jogo.
Momentos de descontracção antes da partida.
Também nos juntámos à festa e 'atacámos' uma sandocha gigante e uma bela de uma cervejola!
A tenda de Princeton...
... E ao lado a de Harvard!
Os alunos da universidade, fervorosos apoiantes da equipa!
Chegámos a pensar que esta mascote estaria treinada para marcar o seu território na tenda dos adversários, mas nem isso!
As bandas das duas universidades andavam pelo Campus a tocar e a animar a malta! Esta é a de Harvard.
Mais apoiantes de Princeton a dirigirem-se para o campo de futebol. A mascote desta Universidade é o tigre e as suas cores são o laranja e preto.
O início do jogo.
E cá estão os jogadores. Aqui, Princeton na defesa e Harvard no ataque.
A acção continua...
Os jogadores em campo.
E os jogadores à molhada!
Aquela malta toda fora do campo são os restantes jogadores da equipa, que se vão revezando.
E claro que não podiam faltar as Cheerleaders!
Durante o intervalo, ambas as bandas tiveram o seu momento alto, actuando no centro do campo.
Até as garrafas de água têm a marca da Universidade!
Um miúdo que devia ter uns seis anitos a beber uma garrafa de bebida energética!
Depois do jogo a festa continuou, apesar da derrota.
E não faltava o que comer e beber! 

1 comentário:

Pirate disse...

been there done that...
saudades :-(