Menu

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Os Pinheirinhos do Natal...

Finalmente percebi o porquê das árvores de Natal naturais! Eu, que cresci com as artificiais, muito bonitas e amigas da ambiente, já que podem ser usadas anos a fio, via nos filmes o uso de pinheiros naturais e não entendia, achava um capricho. E de certa forma, continuo a pensar da mesma forma. 
Mas ontem, ao passar por uma venda de árvores, veio-me aquele cheiro da Natureza! Parecia que estava num bosque! Os pinheirinhos cheiram tão bem! Imaginem a vossa casa com um ambientador natural durante toda a quadra festiva! Além disso, as árvores são mesmo muito fofinhas! 
Fiquei tentada a comprar uma, mas depois, pus o lado prático a funcionar e pensei: "o que é que lhe faço depois do Natal? Não vou ter coragem de deitá-la fora!". E lá acabei por me vir embora sem um pinheiro natural e sem aquele cheirinho fantástico a Natureza... Talvez opte por uma artificial e compro um ambientador com aroma a pinheiro...
O que comprei mesmo foi uma mantinha para o sofá, que isto está um frio que não se pode! E o ar condicionado ligado o dia inteiro também não faz bem nenhum... Aproveitei e trouxe também uns chinelinhos todos catitas, com pêlo. Parece que ando nas nuvens!
E, já que é Natal, ficam algumas fotos de decorações de natalícias que tirei enquanto regressava a casa.
A entrada de um prédio em Gramercy Park District. 
Uma transversal da 3rd Avenue, com as árvores todas iluminadas!
A Árvore de Natal de Gramercy Park, e ao fundo, o Chrysler Building!
Esta casa tem Árvores de Natal e Soldadinhos de Chumbo nas varandas!
Mais uma entrada de um prédio em Gramercy Park District...
Outra entrada de um prédio em Gramercy Park District.
Aqui estão eles: os Pinheirinhos de Natal! Pinheirinhos é como quem diz, porque muitos deles são maiores do que eu! Estas vendas estão espalhadas por cada esquina! Em todo o lado há pinheiros para vender, e sente-se sempre o mesmo aroma fantástico!
A fachada da Brotherhood Synagogue, com a Menorah do Hanukkah, em que os Judeus celebram a Festa das Luzes,  e que ocorre aproximadamente na mesma época do Natal. Há muitas lojas por aqui que têm a Menorah na montra, o tal castiçal que vemos na foto, o que mostra a grande comunidade judaica presente em Nova Iorque.
Esta é a montra de uma loja vintage que descobri aqui ao pé de casa. Tem coisas bem engraçadas!
E a outra montra da mesma loja! Estou tentada a ir lá comprar a batedeira, acho-a bem fofa!
O sofá com a mantinha nova! E os meus chinelinhos quentinhos!

3 comentários:

Andreia Agostinho disse...

Mary, gosto muito da mantinha e dos chinelinhos mas a batedeira ... é giríssima :)Bj

∗ANA∗ disse...

Quem me dera estar em NY...
Sinto tantas saudades...

Bjinhos

Ana FVP disse...

Loool! A mantinha e os chinelos são o mais natal possível.