Menu

sexta-feira, 19 de julho de 2013

É por estas e por outras que o meu Mr. Big é o meu Mr. Big!

Sabemos que estamos com a pessoa da nossa vida, quando ela nos lê os pensamentos. Estava eu agora mesmo no trânsito, a caminho de casa, quando me lembrei dos fantásticos palmieres do Careca. 
E quando chego a casa, deparo-me com este mimo à minha espera que o meu Mr. Big trouxe!
Resta apenas acrescentar que nunca me lembro dos palmieres do Careca e também que o meu Mr. Big nunca trouxe palmieres do Careca para casa!
Ah... E hoje durante a hora do almoço estive entretida a ler "A Profecia Celestina"... 
Como diria o Sérgio Godinho, "isto anda tudo ligado"!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

O sushi do School

No Amoreiras Plaza nasceu um novo conceito de restaurante de sushi, o School. 
Isto vem mesmo a calhar, não só porque fica pertinho de casa, mas também porque é uma excelente alternativa quando se sai tarde do Holmes Place e sem vontade de fazer jantar. 
Foi precisamente o que nos aconteceu ontem. E só tivemos de descer no elevador para chegarmos ao School, onde os sushimen, que é como quem diz "chefs de sushi", ainda em formação (daí o nome) preparam menus bastante em conta. 
Outra particularidade do School é que não há um cardápio, o que para pessoas indecisas, como eu, é óptimo! Basta escolher o número de peças que se quer e rapidamente chega à mesa um prato todo catita com diferentes tipos de sushi. Cada sushizinho custa 50 cêntimos.
Ao jantar, mas apenas até às 21h30, há um menu especial que inclui sopa, entrada, um temaki e sushi por 14,90€.
Gostei desta Escola... Sushi feito na hora, serviço rápido, o espaço é giro e os preços são muito acessíveis. Quer-me parecer que vou começar a jantar regularmente no School!







sábado, 13 de julho de 2013

Lindt... Minha doce Lindt...

Já vos disse que adoro chocolate?!
Sim... Umas vastas dezenas de vezes, eu sei! 
E agora tenho estas delícias em casa, vindas directamente da Suíça.
Que perdição!


sexta-feira, 5 de julho de 2013

Paragem obrigatória para comidinha boa!

Campo de Ourique é um dos meus bairros favoritos em Lisboa, por diversos motivos. Esta semana juntei-lhe mais um: o Stop do Bairro! É a verdadeira tasquinha familiar, pequenina, antiquada, com uma decoração que na verdade nem se pode considerar decoração porque não passa de um amontoado de mesas e cadeiras velhas emparedadas por azulejos do chão ao tecto e cachecóis de todos os clubes e mais algum a pender do tecto.
É um espaço tão démodé que acaba por ser kitsch, ainda que de uma forma involuntária.
Mas quando a comida chega à mesa, a decoração perde toda a relevância. Gastronomia portuguesa no seu melhor, como só as boas tascas sabem fazer. Queijos e enchidos nacionais para a entrada e  pratos tão bem servidos que meia dose de arroz de gambas chegou para os dois. No fim, terminámos umas cerejas deliciosas e cafés acompanhados de bolo de bolacha, mas modéstia à parte, inferior ao meu.
Fica a sugestão - Stop do Bairro - na Rua Ferreira Tenente Durão, 55.


O arroz de gambas! Delicioso!
E a meia dose vem num tachinho que dá perfeitamente para duas pessoas.


Alguém adivinha porque é que fotografei o relógio?!
É que em vez de números, tem M's de Mary!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Plantinha nova!

Hoje cheguei ao trabalhos tinha esta plantinha fofa na minha mesa! 
Obrigada, Joana!

Sweets from my Sweet

Miminhos do meu Mr. Big! 
A caixa é linda e quando estiver vazia, o que não vai demorar muito porque os bombons são deliciosos, servirá para guardar pulseiras e colares. 


terça-feira, 2 de julho de 2013

Uma noite entre amigos na Taberna 1300

Noite de comemorações! O nosso amigo João voltou a Lisboa por uns dias e o grupo reuniu-se para matar saudades. Está a trabalhar na África do Sul. É difícil para quem está longe. Passa-se a dar valor ao tempo de qualidade com as pessoas de quem se gosta.
No final da noite, despediu-se de nós com a expressão "ainda cá estou e já tenho saudades vossas".
Quanto ao jantar em si, fomos à Taberna 1300, na LX Factory, e optámos pelo menu degustação. Sete pratos no total, pequeninos, para haver espaço para todos. Comida boa, saborosa, com ingredientes simples mas bem combinados.
O único contra é o tempo de espera entre pratos, demasiado extenso. Mas, há que ver o lado positivo: foi uma forma de prolongar a noite!
O espaço tem uma decoração original e acolhedora. 










Couscous com meloa e cenoura.
Transformações de queijo de cabra, muito bom!
Salmão fumado.

Favas com carne de porco e chouriço.
Sopa de garoupa.
Barriga de porco com feijão.
Cheesecake e gelado de morango com suspiro.
A carne seca que o João nos trouxe da África do Sul. Tão bom! Para quem nunca provou, é uma espécie de presunto sul africano. E isto é uma explicação muito simplificada porque é difícil de descrever.